Resenha - O garoto do Cachecol Vermelho, Ana Beatriz Brandão




EAN: 9788576865353
Gênero: Jovem Adulto
Páginas: 294
Formato: 16 x 23 x 1,6 cm
Editora: Verus Editora


Sinopse:

Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance

Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.


Comentários:


O Garoto do Cachecol Vermelho tem como casal protagonista dois jovens que são totalmente opostos um do outro.

Enquanto Melissa é uma jovem egoísta, preconceituosa e fresca. Daniel é um ser iluminado, que não acredita que há diferenças entre as pessoas ( e de fato não tem) e é solidário.

Até esse ponto tudo bem, já que como leitora assídua, li diversas histórias de casais que são opostos e acabam se apaixonando.


Mas neste livro especificamente não me simpatizei com nada com a Melissa e muito menos acreditei na sua mudança, particularmente achei que no fundo ela continuou egoísta.

Não acredito que eu não acredite em mudanças, só não acredito que elas ocorram num espaço curto de tempo.

Logo, eu não consegui suspirar de amores pelo casal e muito menos pela história.

O livro abordou vários assuntos polêmicos, como por exemplo, violência doméstica, porém, senti que foi abordado superficialmente, eu gostaria que fosse mais aprofundado os assuntos.

A narrativa é bem objetiva e fluída, o que dificultou mesmo a minha leitura foi minha total antipatia pela protagonista.

Outro ponto positivo é que o livro tem suas indicações de músicas e eu sou apaixonada por música. Adoro ler enquanto estou ouvindo uma boa música.

O final tem uma carga emocional bem forte, apesar de que eu já imaginava o que iria acontecer desde o início.

O garoto do cachecol vermelho foi um livro que estava com bastante expectativa das quais não foram alcançadas e a minha antipatia pela protagonista atrapalhou muito a leitura, tanto que o único personagem que eu gostei foi o pai do Daniel, pena que ele apareceu bem pouco na história.



Se o livro tivesse se aprofundado mais num assunto polêmico específico provavelmente teria gostado mais da história, já que particularmente sou favorável as histórias terem no máximo dois focos.

Enfim, essa foi as minhas impressões do livro e espero que vocês tenham gostado.

Quem já leu? Deixem nos comentários a opinião de vocês.

Beijos e até a próxima,
Resenha feita por Pam

4 comentários:

  1. Oi, Pam. Eu estou lendo esse livro agora e tampouco gosto da Melissa. Sério, ela é muito patricinha, cheia do "quero e consigo", insuportável! Mas como ainda estou no começo da história, não sei bem o que dizer do desenvolvimento dos outros personagens. Espero gostar.
    Abraço! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois você me fala o que achou dos outros personagens. A Melissa eu não engoli nem no final.

      Acho que estou ficando velha e muito chata kkkkk

      Beijos,

      Pam

      Excluir
  2. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    PS.Se desejar visite A Verdade Em Poesia, e se o desejar siga, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderExcluir